INSÔNIA

11/12/2010 14:17

Provavelmente não existe ninguém não tenha sofrido alguma vez de insônia. E todos conhecem as conseqüências: cansaço, diminuição de reflexos, falhas de concentração e memória, irritabilidade, perda de energia, envelhecimento precoce.

A insônia pode ser dividida em:

Inicial (dificuldade para adormecer)
Intermediária (despertares, micro despertares, superficializações do sono)
Terminal (despertar antes da hora), que é mais comum na depressão.

Causas não médicas mais freqüentes: barulho; claridade; colchão e travesseiro ruins; parceiro agitado, que ronca, que tenha Pernas Intranquilas ou Movimentos Periódicos de Membros Inferiores (Retlesslegs); calor; posição inadequada (de costas ou de barriga para cima) - a posição ideal para dormir é de lado, com um travesseiro que seja da altura do ombro, para que a coluna cervical permaneça horizontal.

Causas comportamentais mais freqüentes: trabalho em turnos; situação estressante; preocupações; dormir muito durante o dia; horários irregulares para ir dormir; fumar no quarto; cafeína e estimulantes.

Causas médicas mais freqüentes: Depressão; Ansiedade; Doenças do sistema respiratório, por ex. Apnéia do Sono e Asma; Stress Crônico; Artrite e outras doenças que provocam dor; Doenças cardíacas; Restlesslegs (Pernas Intranqüilas ou Síndrome das Pernas Inquietas); Movimentos Periódicos dos Membros; Fibromialgia; Efeitos colaterais de medicamentos; Gastrite, esofagite e hérnia de Refluxo; Obesidade (por Apnéia do Sono e por compressão dos pulmões pelo abdômen); Apnéia Obstrutiva do Sono; Doença de Parkinson; Doença de Alzheimer e Demências de um modo geral. 

Tratamento: (havendo as causas médicas acima, logicamente, começar por elas)

Hipnóticos (medicamentos para dormir) e Ansiolíticos (medicamentos para a ansiedade e que causam sedação): Hipnótico não é cigarro, que você começa a fumar e nunca mais pára. Quando bem administrado, bem dosado, bem indicado e por período limitado, o paciente não fica dependente e melhora a qualidade de vida.

Alguns Antidepressivos;
Alguns Neurolépticos.

A famosa Higiene do sono: tentar eliminar o máximo possível dos 3 grupos de causas descritas acima.

TCC (Terapia Cognitivo Comportamental): costuma ajudar muito para mudar o padrão de comportamento que provoca a insônia.