Clínica & Cirurgia da Coluna

Dr. Alexandre Cruzeiro
DÚVIDAS COMUNS SOBRE COLUNA

COMO SE MANIFESTA A DOR TÍPICA DE COLUNA?
Depende da altura do problema da coluna, se lombar, torácico ou cervical. Se estamos falando da lombar, a dor inicia-se nas costas, na região lombar, em crise ou de maneira intermitente. Passando por algum período de calma, pode se repetir e irradiar para o membro inferior de um lado, chegando até a região inguinal, ou o joelho ou, ainda, até o pé. Podemos ter o quadro cervical com três modalidades: com dores na nuca irradiando-se para a cabeça, podendo chegar até os olhos; com dores irradiando-se para a região entre a coluna e a escápula (pá ou asa); com dores irradiando-se para um membro superior, podendo chegar até as mãos, causando fraqueza e formigamentos.

POR QUE A COLUNA LOMBAR É A REGIÃO QUE DÓI MAIS?
Não é necessariamente a que dói mais. O motivo porque a lombar dói reside na carga que suporta levando a um desgaste maior. Quando estamos em pé colocamos uma carga de 110 quilograma-força nos últimos discos lombares e quando nos sentamos a carga passa para 170 quilograma-força. Apenas quando nos deitamos relaxados a carga se torna zero. A carga aliada ao movimento fazem da região um sítio comum a problemas.

QUANDO SE TEM DOR NAS COSTAS A MELHOR ATITUDE É O REPOUSO?
Sem dúvida! A primeira atitude é parar o que se faz e buscar uma posição de conforto. Na sequência, solicitar ajuda médica. Não fique se medicando por conta própria!

A HÉRNIA DE DISCO LOMBAR É UMA DOENÇA GRAVE? A CIRURGIA FAZ PARTE DO TRATAMENTO?
Não é uma doença que traga risco de vida, mas em casos raros pode trazer deficiência neurológica. Com certeza existe uma diminuição da qualidade de vida, pois a pessoa doente vai se impondo limites para fugir das dores e da limitação funcional, ficando, pouco-a-pouco excluída das coisas boas da vida. Hoje, a cirurgia ocupa um lugar devido no tratamento dos males da coluna e não mais está relegada ao último caso, como se dizia antigamente. Na maior parte dos problemas de coluna a história natural é evolutiva, dinâmica, e, praticamente, inexorável. Os tratamentos conservadores são paliativos, não conseguindo mudar a história natural da história da doença; ajudam de maneira maravilhosa, mas o tratamento que atua na causa dos problemas é a cirurgia.

E A HÉRNIA DE DISCO NA COLUNA CERVICAL? É FREQUENTE?
Quase tão ou mais frequente que a lombar, apenas se diferencia pelos sintomas que são mais insidiosos e os pacientes demoram mais para chegar a um especialista onde podem ser ajudados. São dores na nuca, na região alta das costas (“entre as asas”), nos ombros, nos membros superiores, na região lombar e nos membros inferiores como uma dor “cansada”. Procure um médico para conversar à respeito.

A TRAÇÃO AINDA É USADA NO TRATAMENTO DA HÉRNIA DE DISCO?
A tração consegue afastar uma vértebra da outra recolhendo o prolapso do disco, mas no momento em que não há mais tração, o prolapso retorna ao padrão de compressão. Portanto a tração poderia ser benéfica se fosse constante. Já imaginou alguém preso a um aparelho de tração pelo restante da vida? O que seria pior, a doença ou o tratamento? Hoje temos tratamentos cirúrgicos que imitam a tração e podem ser levados vida afora.

A OSTEOPOROSE PROVOCA DOR NAS COSTAS?
A osteoporose não provoca dores! Mas a sua consequência mais importante, a fratura de compressão da vértebra, causa dores que limitam o paciente e aumentam o seu risco de sofrimento e morte.

TODOS OS PACIENTES DE OSTEOPOROSE DEVEM FAZER RADIOGRAFIAS DA COLUNA VERTEBRAL?
O controle com radiografias é importante para diagnosticarmos as fraturas e acompanharmos as suas resoluções, mas não é o exame ideal para pesquisarmos a osteoporose. Devemos pedir a densitometria óssea para o diagnóstico e acompanhamento desta doença.

O QUE É O BICO DE PAPAGAIO? ELE PROVOCA DOR NA COLUNA?
O “bico-de-papagaio” tem o nome técnico de espondilose ou osteofitose. Quando as vértebras estão instáveis no seu equilíbrio mecânico, seja por fraqueza dos discos intervertebrais, dos ligamentos ou dos músculos ou por processos inflamatórios, elas criam uma beirada a mais à sua volta, para tentar aumentar a base de sustentação. Esta beirada parece uma saia de tenista e que ao ser vista de perfil assemelha-se a um bico ou garra de ave. A osteofitose não dói, a não ser que perturbe o movimento de uma articulação ou comprima uma raiz de nervo. Necessitaremos de exames de imagem para vermos a espondilose e sua relação com as estruturas normais.

OS COLETES SERVEM PARA MELHORAR A POSTURA?
Sim. Mas a sua indicação é para problemas de coluna, como fraturas em determinadas condições e escolioses em raros casos de acompanhamento. Também indicamos em alguns pós-operatórios. Não cabe indicar um colete para alguém que tenha vícios de postura que podem ser corrigidos com tratamentos físicos.

AS MASSAGENS SÃO ÚTEIS PARA ELIMINAR DORES E MAL ESTAR? COLOCAM A COLUNA NO LUGAR?
As massagens são muito úteis e relaxantes causando um grande bem estar. Imagine-se com o corpo cansado depois de um dia de trabalho, a musculatura tensa e dolorida... Procure um profissional e receba uma revigorante massagem que melhora a irrigação arterial e acelera a drenagem venosa, limpando a musculatura dos detritos da alimentação celular, deixando uma gostosa sensação de descanso. Pode ser aplicada para pessoas acamadas, idosos com dificuldade de movimentação, atletas e crianças desde o nascimento. Se você tem um problema de coluna, procure um médico antes de qualquer conduta porque não indicamos massagem para os nossos doentes, apenas para os que não são doentes. Não deixe ninguém colocar nada de seu corpo no lugar com massagem, porque você poderá ficar severamente prejudicado!

A OBESIDADE PODE COMPLICAR AS DORES NAS COSTAS?
Não tenha dúvida. Se recebemos uma carga de 110 quilogramas-força nos últimos discos intervertebrais lombares, em condições de peso normal em pé, faça uma ideia se formos obesos! A carga será maior, como se estivéssemos carregando peso a mais. Em condições normais não haverá diferença, embora carga excessiva traga maior desgaste à coluna, mas se houver problemas, a obesidade complicará em muito o seu desenvolvimento, além de piorar o quadro doloroso.

A MÁ POSTURA PODE CAUSAR PROBLEMAS NA COLUNA?
Sim. Quando esta postura se mantém repetidamente ou por tempo excessivo pode sobrecarregar as nossas estruturas de sustentação, danificando os nossos discos intervertebrais, as vértebras, articulações e os ligamentos. Pouco a pouco as lesões se acumulam até que , em determinado momento, ultrapassamos o limite do sustentável e desencadeamos o problema.

DORMIR NO CHÃO FAZ BEM PARA AS COSTAS?
Dentro do que sabemos, um descanso correto dependerá da aplicação de força distribuída pelas curvas de nosso corpo. Se a superfície é rígida e horizontal, as porções de nosso corpo, que não estiverem em contato com a superfície, sofrerão uma pressão sem apoio. Não costuma ser interessante, mas se estivermos acostumados a dormir assim, poderá ser uma opção.

A PARTIR DE QUE IDADE CRIANÇAS PODEM MANIFESTAR PROBLEMAS DE COLUNA?
Desde o nascimento. Podem apresentar malformações congênitas da coluna ou doenças que adquirem. A escoliose talvez seja o problema mais comum. Também existem tumefações nas costas, tufos de pelo que escondem outros problemas, além de dores que provocam queixas nas crianças. O importante é que a queixa de dor na infância deve ser pesquisada com rigor.

CRIANÇAS PODEM SENTIR DORES NAS COSTAS DURANTE O CRESCIMENTO?
Ter dor não é normal e a criança deve ser levada ao médico. As causas de dor são várias e devem ser investigadas, como a osteomielite (infecção na vértebra) ou discite (infecção dos discos); malformações do sistema nervoso; tumores benignos e malignos; espondilolisteses (escorregamentos de vértebras). Não podemos ser simplistas e deixar de verificar as dores de uma criança.

O QUE É TORCICOLO?
É uma posição contra a dor com espasmo da musculatura do pescoço que causa o desvio da cabeça para um lado. Pode ser doloroso, com dor localizada ou irradiada para a musculatura da região dorsal (“asa ou pá”) ou para o membro superior. Sempre devemos pensar que a sua origem representa algo importante que obriga a uma posição de defesa. Em crianças normais, quando aparece, pode ser associado a um processo inflamatório na região da garganta, por exemplo. Em adultos a causa pode ser um sofrimento do disco intervertebral. Não devemos nos esconder da realidade e acreditar que a sua origem seja um "mau jeito" proveniente de um movimento brusco da cabeça ou de uma má posição assumida durante o sono. Os bebês recém-nascidos podem apresentar o torcicolo congênito que deve ser tratado desde o início podendo até terminar em uma correção cirúrgica. Outras causas de torcicolo na criança são:
Artrite reumatoide; Malformações na região entre o crânio e a coluna cervical; Inflamações ou infecções na garganta e orofaringe; Infecções nos discos intervertebrais da coluna cervical; Tumores malignos na coluna cervical ou na medula podem se manifestar por dor e torcicolo; Alterações oculares também podem se manifestar como um torcicolo. De qualquer maneira as crianças devem ser vistas com olhos de especialista.

SUBIR MORROS OU LADEIRAS PODE DESENCADEAR PROBLEMAS DE COLUNA?
Não, contanto que tenhamos o corpo preparado com exercícios constantes. Se não prepararmos os nossos músculos, tendões e os ossos em que eles se apóiam, acarretaremos um prejuízo causado por aumento de peso, musculatura fraca e tendões frouxos que não permitirão movimentos controlados, permitindo que o impacto prejudique a coluna.

PESSOAS QUE TRABALHAM SENTADAS, DURANTE LONGO TEMPO, TÊM MAIOR PROPENSÃO À DOR NAS COSTAS?
Sim. Quando sentados aplicamos cerca de 170 quilograma-força nos últimos níveis da coluna lombar. Se permanecemos assim por muito tempo podemos danificar as nossas estruturas. Por isto se torna necessária a utilização de móveis ergonômicos que tentem diminuir a agressão aos nossos corpos, além de fazer pausas para movimentar a nossa musculatura.

USAR SALTO ALTO PREJUDICA A COLUNA?
Os saltos altos inclinam o corpo para frente e o tronco tem que ser curvado para trás, para que se mantenha o eixo da gravidade. Com isto a curvatura lombar, a lordose, fica mais acentuada e a última vértebra lombar fica mais horizontalizada e mais suscetível de sofrer a ação da gravidade. Além disto, os tendões tornam-se encurtados, principalmente dos músculos paravertebrais lombares, os ísquiotibiais e o tendão de aquiles, necessitando de mais preparo físico para os movimentos normais. A elegância tem o seu preço!

O DESCONTENTAMENTO COM O AMBIENTE DE TRABALHO OU COM A PROFISSÃO PODE DAR DOR NAS COSTAS?
Não. Mas o quadro psicossomático pode se revelar nas costas.

A NATAÇÃO É SEMPRE BENÉFICA PARA AS DORES DE COLUNA?
A natação é um esporte. Como tal necessita de preparo físico. Primeiro a avaliação de um especialista em coluna, depois o preparo físico adequado. Então virá a manutenção com o esporte, que pode ser a natação. Pense em alguém com uma “hérnia de disco” na coluna cervical e, ao nadar, movimentando a cabeça para ventilar os pulmões. Pense na compressão sobre a medula e as raízes de nervos diminuindo a força muscular. Deixe que um especialista o oriente.

EXERCÍCIOS SÃO PREJUDICIAIS E AUMENTAM AS DORES NAS COSTAS?
Somente se forem realizados sem orientação e sobrecarregando a coluna. Quem tem problemas de coluna deve procurar o  especialista e seguir as orientações médicas e do fisioterapeuta recomendado.

O BRUXISMO PODE CAUSAR TORCICOLOS E DORES NO PESCOÇO?
Não. O bruxismo (contração inconsciente da musculatura da mastigação), machuca os dentes e suas raízes, como também as articulações temporomandibulares. Com isto as dores advirão de sofrimento destas estruturas, com dor-de-dente, dor de ouvido e cefaleia.

SEMPRE QUE HOUVER DOR NAS COSTAS A COLUNA É RESPONSÁVEL?
Não. Podemos ter o acometimento de outros órgãos e estruturas do nosso corpo, como pneumonias, acometimentos de mediastino posterior, acometimentos renais como cálculos e infecções, problemas de vesícula biliar ou da pelve (útero e ovários ou o final do intestino grosso).

PROBLEMAS NO PESCOÇO PODEM SER CAUSA DE DOR DE CABEÇA?
Sem dúvida podem ser muito comuns. Não é infrequente encontrarmos um enxaquecoso, que em certa altura da vida, modificou as características da dor. Na pesquisa podemos encontrar o acometimento da coluna cervical como fator de piora do quadro.

O CICLO MENSTRUAL, ATIVIDADE SEXUAL E AS SITUAÇÕES COTIDIANAS VIVIDAS PELA MULHER PODEM CAUSAR DOR NAS COSTAS?
Durante a menstruação a mulher pode notar um aumento das mamas e da barriguinha e um certo arredondamento dos quadris. Também os tendões e ligamentos vertebrais podem sofrer o mesmo processo e ficarem mais frouxos, levando a uma certa instabilidade das vértebras causando alguma dor. As atividades sexuais não devem prejudicar a mulher se forem feitas com carinho e cuidado.
O cotidiano da maioria das mulheres, com os afazeres domésticos, torna-se um grande fator de risco para as doenças da coluna. São atividades altamente repetitivas e com pesos a carregar, tornando o trabalho doméstico um dos mais difíceis de se levar a cabo, com posições muito forçadas e mantidas.

TENHO UM DESVIO NA COLUNA. ISTO É ESCOLIOSE?
A coluna vertebral de frente é reta e se houver algum entortamento ou desvio lateral chamamos de escoliose. Pode acontecer nas crianças e jovens e ser idiopática (quando não se conhece a causa), neuromuscular (alterações neurológicas e/ou musculares levam ao problema) ou congênita (o indivíduo traz dificuldades na formação das vértebras, o que origina a curvatura). Pode também ocorrer nos adultos pelo desgaste que a máquina da coluna sofre com o passar do tempo (escoliose degenerativa).
Consideramos como escoliose a curvatura acima de 10° e, 2% a 3% dos adolescentes (até 16 anos) podem apresentar. Acima de 20° apenas 0,3% a 0,5% dos adolescentes a apresentam. Curvaturas acima de 40° aparecem em 0,1%.

COMO SE FAZ O TRATAMENTO PARA A ESCOLIOSE?
A observação da angulação da coluna e da sua evolução permitem o tratamento conservador inicial com fisioterapia intensa e acompanhamento com fisioterapeuta. Na medida que o quadro continue a evoluir podemos fazer uso de coletes e aparelhos que ajudem na retificação da coluna. O tratamento cirúrgico é reservado para uma porcentagem menor dos portadores de escoliose. Geralmente, não se pensa em tratamento até 20° de angulação e a maneira de tratar dependerá da idade do paciente, do ângulo e da velocidade de crescimento da curvatura e também do seu tipo.

PODEMOS FICAR BONS DOS MALES DA COLUNA APENAS COM O TRATAMENTO CONSERVADOR, SEM CIRURGIA?
Depende do que se entende por ficar “bom”! Após um tratamento clínico/conservador correto e adequadamente orientado por um médico, você pode permanecer durante meses ou até anos sem apresentar crises de dor insuportáveis.
Então, se ficar bom é sair do quadro agudo de dor e limitações, é perfeitamente possível! Se ficar bom é nunca mais ter nada, esqueça! O processo da doença é dinâmico e pode ser comparado a uma escorregadeira infantil: sempre para baixo, mesmo que em alguns dias esteja menos íngreme. Para uma melhor qualidade de vida o processo tem que ser bloqueado. A fisioterapia é uma coisa tão boa que deveria ser feita antes de contrairmos a doença, mas ela não é capaz de reverter a doença começada.

EXISTE A POSSIBILIDADE DE SE TORNAR PARALÍTICO POR UM PROBLEMA DE COLUNA?
Uma fratura pode causar isto, ou um tumor da coluna ou um traumatismo que afete a medula, mas em casos de hérnia de disco ou alterações degenerativas da coluna é muito raro termos uma paralisia, porém é possível.

EXISTE A POSSIBILIDADE DE SE TORNAR PARALÍTICO DURANTE O ATO OPERATÓRIO?
Sim. Quando lidamos com estruturas que estão em íntima relação com o sistema nervoso existe esta possibilidade de paralisia de parte ou da totalidade dos membros e/ou das funções do corpo, como pilificação, secreções, movimentos intestinais e vesicais, afinamento da pele e dos ossos, etc. São decorrências de machucados sobre o tecido nervoso: raízes, plexos, nervos ou medula, que poderão ser causados por abordagens para tratar problemas (como algumas lesões causadas no caminho para retirar um tumor da medula), por inchaço ou estufamento do sistema nervoso ao ser descomprimido, por alterações vasculares de diminuição da alimentação sanguínea do tecido nervoso, por aperto de tais estruturas causado por parafusos e peças utilizadas para tratar problemas da coluna ou mobilizações do tecido nervoso de maneira inadvertida. No entanto, tais acontecimentos são muito raros e com a evolução das técnicas operatórias, tornam-se ainda mais raros.

QUAL O MELHOR TRAVESSEIRO?
O melhor travesseiro é aquele em que você se sente mais confortável, entretanto ele deve ter algumas características. Primeiro depende de qual posição você habitualmente dorme. Estabelecer esta posição é difícil, pois durante o sono mudamos várias vezes de postura. Se, preferencialmente você dorme de lado, o travesseiro deve ser alto o bastante para preencher o espaço entre o seu ombro e a cabeça no sentido de manter a sua coluna cervical o mais próxima possível da posição neutra. Isto quer dizer que o seu pescoço não deve ficar torto para a direita ou para a esquerda. Se você dorme em decúbito dorsal (barriga para cima) o travesseiro deve ser mais baixo e preencher o espaço entre a nuca e o colchão e os seus ombros devem ser apoiados sobre o travesseiro. O travesseiro de penas ou plumas é mais simples em se moldar às formas da cabeça e do pescoço.

QUAL O MELHOR COLCHÃO?
O colchão deve ser mais para rígido do que para mole, e a cama deve ter um estrado com superfície homogênea e não de ripas, pois o estrado de ripas oferece resistências diferentes ao peso do corpo. Se você usa colchão de espuma, a altura do mesmo deve ser maior que vinte centímetros com densidade de acordo com o seu peso, variando de 33 a 45 para adultos. O importante é que ao estar deitado, as formas da sua coluna estejam preservadas, isto é, sejam mantidas as suas lordoses lombar e cervical e cifoses torácica e sacrococcígea fisiológicas. Os colchões vendidos por grandes empresas fabricantes são bons, com jogos de molas helicoidais excelentes, embrulhadas individualmente, proporcionando grande bem estar, além de espumas desenvolvidas. Se o seu dinheiro puder comprar, também será uma boa opção. Mas lembre-se que nenhum colchão é para a vida toda!

COLCHÕES MAGNÉTICOS OU ORTOPÉDICOS MELHORAM AS DORES NAS COSTAS?
Os nossos estudos com energia corporal ainda são muito pequenos e o uso de colchões magnéticos ainda não se mostrou algo importante para as dores. Quanto aos colchões ortopédicos, assim chamados, são úteis na manutenção da postura de relaxamento sem sobrecarregar os seus músculos e tendões. Mas isto vai depender de um treinamento seu para dormir em uma posição correta ou não adiantarão colchões milionários.

MUSCULAÇÃO FAZ MAL PARA A COLUNA?
Se você é portador de dor nas costas você pode fazer musculação desde que não force a sua coluna no eixo, ou seja, evite os agachamentos com peso ou um exercício chamado “leg press”. O melhor é fazer musculação em posições que não carreguem peso no eixo da coluna. Lembre-se que ao pegar algum peso na posição em pé, faça-o com o peso o mais próximo possível do corpo e dobrando os joelhos.

O ESPORTE TÊNIS FAZ MAL PARA A COLUNA?
Não. Mas o ideal para evitar problemas é você fazer alongamentos musculares por pelo menos 10 minutos antes de iniciar o jogo. Os alongamentos mais importantes em relação à coluna são: alongamento dos músculos ao lado da coluna e dos abdominais. Você deve se cuidar e realizar, gradativamente, o esforço que a sua coluna suporta. O tênis, assim como outros esportes, é saudável e nada impede que você o pratique. Mas procure um médico, logo que for possível, para evitar que um mal maior se interponha entre você e a sua alegria de viver.

QUAL A MELHOR ATIVIDADE FÍSICA QUE NÃO PREJUDICA A COLUNA?
As atividades físicas mais aconselhadas para quem tem dores nas costas são:
Natação com nado tipo costas. Isto no início, pois com o tratamento realizado por especialistas, chegará o momento em que poderá nadar outras técnicas.
Andar dentro d’água com água na altura dos joelhos.
Andar, naturalmente, ou executando um programa de caminhada, preferencialmente alcançando três quilômetros em trinta minutos.
Alongamento muscular no solo ou em barras.
Outros esportes, dependendo da preferência, devem ser aconselhados pelo médico ou pelo profissional fisioterapeuta.

ACUPUNTURA É INDICADA NOS CASOS DE DORES NAS COSTAS?
Sim. A acupuntura pode ser usada para aliviar as dores nas costas. Acupuntura é um procedimento que procura tratar o sintoma dor. Temos a acupuntura realizada por profissionais especializados e a indicação de um destes profissionais deve ficar a cargo do médico que trata a sua coluna.

QUE POMADAS POSSO USAR PARA ALÍVIO LOCAL?
Alguns medicamentos são produzidos em consistência de pomadas e contém antiinflamatórios e analgésicos que podem agir sendo absorvidos na pele. Com isto podem causar alívio. Porém, sempre procure um médico para saber se você pode ou não utilizar o medicamento.

NUNCA EXERÇA A PRÁTICA DA AUTOMEDICAÇÃO!

PROCURE UM MÉDICO DE SUA CONFIANÇA E TIRE AS SUAS DÚVIDAS!

 
 
CLÍNICA & CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL
CENTRO ESPECIALIZADO DA COLUNA VERTEBRAL & DOR DO RIO DE JANEIRO