Dr. Alexandre Cruzeiro

Médico - CRM 5264799-3

Este site foi criado para pacientes e todas as pessoas que queiram obter informações seguras sobre Neurologia, Neurocirurgia e saúde em geral.

Desenvolvido para promover a saúde, oferece conteúdo fidedigno, correto e de alta qualidade, protegendo a privacidade dos pacientes e respeitando as normas regulamentadoras do exercício ético-profissional da medicina e nunca descartando a necessidade da consulta para o tratamento e o esclarecimento de dúvidas.

Esta página tem finalidade informativa e educativa, não objetivando fazer diagnósticos ou recomendar tratamento a pacientes.

Desaprovamos o uso de informações contidas nesta página para as tentativas de autodiagnóstico e prática de automedicação, nem nos responsabilizamos pelo uso inadequado, impróprio ou pela má interpretação dessas informações. Esta página de forma alguma substitui a consulta a um profissional.

As informações que você irá encontrar visam complementar, mas nunca substituir o relacionamento entre médico e paciente.

A Medicina é uma ciência em constante evolução e apesar dos nossos esforços em manter esta página atualizada, mudanças podem ocorrer em relação aos dados aqui apresentados. Recomendamos sempre a consulta a um médico de sua confiança pessoalmente.

 

Seja muito bem-vindo!

Nossa MISSÃO é a promoção da saúde de forma ética, humana e personalizada, aliada ao compromisso com a gestão do conhecimento, o pioneirismo e a plena realização das pessoas.

O paciente é tratado com zelo, cuidado e atenção, levando em conta suas características exclusivas. O acompanhamento e a continuidade do tratamento também fazem parte de nossa postura, que visa a preocupação com a saúde e o bem-estar de cada um.

Nossos valores são prover confiabilidade, ética, excelência, geração do conhecimento, respeito, responsabilidade social e transparência.

Afinal, nada é mais responsável do que salvar vidas.

A ciência em prol da vida e do bem estar.

  
Dr. Alexandre Augusto Ramos Cruzeiro
CRM 52647993

Excelência na assistência à saúde, com atendimento humanizado e compromisso social.

Tecnologia e inovação constante para a longevidade e qualidade de vida.

Orientações aos pacientes:

Documentos necessários para consulta:

Carteira de Identidade/RG e CPF (documento com foto)

Não aceitamos planos de saúde. Trabalhamos com atendimento particular.

Marque suas consultas através das centrais de atendimento:

Vila da Penha:

Tel: (21) 3351-7455 ou (21) 3381-0719

Os HORÁRIOS DE MARCAÇÃO DE CONSULTAS são de segunda à sexta de 08:00h às 21:00h e sábado de 08:00h às 15:00h. Atendimento com HORA MARCADA.

A MARCAÇÃO DE CONSULTA É PRÉ-AGENDADA COM HORA MARCADA.

CASO NÃO POSSA COMPARECER À CONSULTA AGENDADA, FAVOR LIGAR COM ANTECEDÊNCIA PARA DESMARCÁ-LA.

Esteja sempre presente nas consultas com DOCUMENTO DE IDENTIDADE E CPF (OBRIGATÓRIO)

ATENDIMENTO AMBULATORIAL.

NÃO ATENDEMOS EMERGÊNCIA.

O que é uma consulta médica? 

Consultar um médico significa obter informações a respeito de algum problema de saúde. Você será questionado sobre uma série de coisas e deve dar as respostas bem objetivas e sinceras sobre o problema em questão. Veja algumas dicas para uma boa consulta.
Horário:
Nunca chegue atrasado. Você certamente estará atrapalhando outras pessoas. Da mesma forma chegar muito adiantado também poderá causar transtorno nas acomodações e horários de funcionamento do consultório. Programe-se para chegar na hora marcada.
Medicação:
Anote todos os medicamentos que você toma habitualmente ou tomou durante o período em que esteve adoentado, mesmo se, aparentemente, não tenham relação com o quadro. Se possível, leve as receitas destes medicamentos.
Exames:
Leve todos os exames relacionados à sua doença atual. Nunca jogue fora exames antigos, mesmo os normais. É muito importante saber que, naquela época, você estava bem. Assim, o médico pode ter uma idéia aproximada da época de instalação da doença.
Dúvidas:
Esclareça todas as suas dúvidas na consulta. Se precisar, anote o que o médico lhe disse, para evitar telefonar e perguntar o que já foi discutido.

Lembre-se:
O resultado do tratamento depende de você, de suas informações, de sua dedicação em tomar a medicação e dos cuidados recomendados.

CLÍNICA DA DOR DE CABEÇA 

ESPECIALIZADA NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DAS CEFALÉIAS PRIMÁRIAS E SECUNDÁRIAS 

CENTRO DE AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DA DOR DE CABEÇA  

Acesse e saiba mais sobre dor de cabeça:

http://dralexandrecruzeiro.webnode.com.br/noticias/ 

Preencha em cada dia da semana o comportamento da sua dor de cabeça.

IMPRIMA A TABELA ABAIXO.

Clique para visualizar o arquivo:

http://dralexandrecruzeiro.webnode.com.br/noticias/relatorio-diario-da-dor/ 

Cientificamente denominada cefaléia, a dor de cabeça é definida como a presença de sensação dolorosa na cabeça, no pescoço e na face. Existem mais de 150 tipos diferentes de cefaléia, que podem ser divididas entre primárias, mais comuns, e secundárias.

As cefaléias primárias são aquelas causadas por distúrbios bioquímicos do próprio cérebro, que prejudicam o funcionamento de neurotransmissores e/ou seus receptores, desencadeando a dor. Portanto, são, elas próprias, a doença e o sintoma. O exemplo mais conhecido é a enxaqueca, doença do cérebro transmitida e herdada geneticamente. Outros exemplos são as cefaléias do tipo tensional, a cefaléia em salvas e as hemicranias paroxísticas, também provocadas por desequilíbrios no funcionamento químico do cérebro.

Já as cefaléias secundárias são causadas por problemas em quaisquer regiões do corpo, como tumores cerebrais, meningites, aneurismas, problemas dos olhos, ouvidos, garganta e até um simples resfriado. Geralmente, o que leva as pessoas a procurar alguma orientação neste site são as dores de cabeça mais comuns, problemáticas ou incapacitantes, que trazem sofrimento para a vida dos pacientes e representam um grande desafio para os profissionais que buscam ajudá-los.

Dor de cabeça é um sintoma, não uma doença. É raro uma dor de cabeça ser o sintoma de uma doença grave, mas dores de cabeça frequentes e intensas podem ser exaustivas e afetar a vida cotidiana. A dor de cabeça mais comum é a cefaleia tensional, mas a que mais incomoda é a enxaqueca.

Existem três tipos básicos de dores de cabeça. A dor de cabeça vascular ocorre quando os vasos sanguíneos no cérebro se dilatam e pressionam os nervos, causando dor.

O segundo tipo é a dor de cabeça de contração muscular, que ocorre quando os músculos da face, nuca ou base do crânio ficam contraídos e pressionados. Uma dor de cabeça tensional é um exemplo de dor de cabeça de contração muscular. A enxaqueca e a dor de cabeça tensional são chamadas de primárias porque elas mesmas são a doença. O terceiro tipo é a dor de cabeça secundária, nesses casos a dor de cabeça é o resultado de uma infecção ou aumento da pressão dentro do cérebro. As causas variam de doenças relativamente simples, como a sinusite, até doenças mais graves, como os tumores cerebrais. NÃO SE ESQUEÇA: toda dor de cabeça tem uma causa, e só um médico pode avaliá-la corretamente para excluir as causas mais sérias e ameaçadoras.

 

 

Ambulatório de Neurologia Cognitiva e do Envelhecimento - Saúde do Idoso

A Demência não é apenas um tipo de doença, ela é considerada uma síndrome, ou seja, é um grupo de sinais físicos e sintomas que a pessoa apresenta, estando presente em várias doenças diferentes. Assim, como uma síndrome a demência apresenta três características principais:
· Prejuízo da memória. Os problemas de memória podem ser desde um simples esquecimento leve até um prejuízo severo a ponto de não se recordar da própria identidade.
· Problemas de comportamento. Normalmente se caracteriza por agitação, insônia, choro fácil, comportamentos inadequados, perda da inibição social normal, alterações de personalidade
· Perda das habilidades. São as habilidades adquiridas durante a vida, tais como, organizar os compromissos, dirigir, vestir a roupa, cuidar da vida financeira, cozinhar, etc.
Os sintomas mais comuns que aparecem nas demências são:
1- déficit de memória
2- dificuldades de executar tarefas domésticas
3- problema com o vocabulário
4- desorientação no tempo e espaço
5- incapacidade de julgar situações
6- problemas com o raciocínio abstrato
7- colocar objetos em lugares equivocados
8- alterações de humor de comportamento
9- alterações de personalidade
10- perda da iniciativa - passividade
Os sintomas iniciais de demência variam, mas a perda de memória em curto prazo costuma ser a característica principal ou única a ser trazida à atenção do médico na primeira consulta. Ainda assim, nem todos os problemas cognitivos nos idosos são devidos à demência. Perguntas cuidadosas aos pacientes e aos familiares podem ajudar a determinar a natureza do comprometimento cognitivo e a estreitar o diagnóstico.
Existem muitas doenças ou alterações orgânicas capazes de levar a um quadro demencial. Muitas dessas causas relacionadas à demência são reversíveis, principalmente o uso prolongado de alguns medicamentos, como por exemplo, drogas usadas para hipertensão arterial, diuréticos, alguns hipnóticos. A depressão também pode esta associada à demência (Depressão no Idoso). Muitas vezes, diferenciar a demência da depressão é uma tarefa difícil e que apresenta muitos obstáculos. Outras doenças relacionadas com a demência são: doenças vasculares do sistema nervoso central - SNC, doenças infecciosas, hipotireoidismo, deficiência de vitamina B12, sífilis e HIV no SNC, doenças degenerativas do SNC, etc.
A Demência se caracteriza pelo desenvolvimento de múltiplos déficits psico-mentais (cognitivos), incluindo comprometimento da memória, devido aos efeitos fisiológicos de uma condição médica sobre o Sistema Nervoso Central. Essa condição médica pode ser, por exemplo, devida aos efeitos persistentes de uma substância sobre o cérebro, uma doença vascular, uma doença de Alzheimer, etc.
Tipos de Demência
Uma das maneiras de se classificar as Demências é quanto à sua causa. De acordo com Galton, as freqüências relativas das causas de demência diferem dependendo da idade mas, de qualquer forma, a Doença de Alzheimer é a causa mais comum tanto no grupo com idade menor que 65 anos, quanto no grupo etário mais velho (Galton 1999). A causa genética das demências, como por exemplo, a doença de Alzheimer, juntamente com outras causas mais raras, é mais freqüente no grupo etário mais jovem. Veremos abaixo os principais tipos de demência.

 

Freqüência dos tipos de demência
 
 
- de 65 anos
+ de 65 anos
Doença de Alzheimer
34%
55%
Demência Vascular
18%
20%
Demência Fronto-Temporal
12%
-------
Demência corpos de Lewy
7%
20%
Outros
29%
5%

 

Doença de Parkinson - unidos no apoio ao parkinsoniano

A doença de Parkinson é uma doença neurológica que afeta os movimentos da pessoa. Causa tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio além de alterações na fala e na escrita. É uma doença neurodegenerativa progressiva devida à degeneração das células situadas numa região do cérebro chamada substância negra. Estas células produzem uma substância chamada dopamina, que conduz as correntes nervosas (neurotransmissores) ao corpo. A falta ou diminuição da dopamina afeta os movimentos do paciente, provocando os sintomas acima citados.
A doença pode afetar qualquer pessoa, independente de sexo, raça, cor ou classe social. A doença de Parkinson tende a afetar pessoas mais idosas. A grande maioria das pessoas tem os primeiros sintomas geralmente a partir dos 50 anos de idade. Mas pode também acontecer nas idades mais jovens, embora os casos sejam mais raros.
O diagnóstico da doença faz-se baseada na história clínica do paciente e no exame neurológico. A história usual de quem é acometido pela doença de Parkinson consiste em um aumento gradual dos tremores, maior lentidão de movimentos, caminhar arrastando os pés, postura inclinada para a frente. O tremor típico afeta os dedos ou as mãos, mas pode também afetar o queixo, a cabeça ou os pés. Pode ocorrer em um lado do corpo ou nos dois, e pode ser mais intenso num lado que no outro. O tremor ocorre quando nenhum movimento está sendo executado, e por isso é chamado de tremor de repouso. O tremor pode variar durante o dia. Torna-se mais intenso quando a pessoa fica nervosa, mas pode desaparecer quando está completamente descontraída. Os tremores desaparecem durante o sono.
A lentidão de movimentos é, talvez, o maior problema para o parkinsoniano, embora esse sintoma não seja notado por outras pessoas. Uma das primeiras coisas que os membros da família notam é que o doente demora mais tempo para fazer as coisas que antes fazia com mais desenvoltura. Banhar-se, vestir-se, cozinhar, preencher cheques, dificuldade em abotoar a camisa.
A rigidez muscular é outra característica da doença. A face torna-se rígida e parece que está congelada.
A progressão é muito variável e desigual entre os pacientes. Para alguns até parece que a doença está estabilizada, porque a evolução é muito lenta. Na maior parte dos casos a lentidão causada pela enfermidade altera a qualidade de vida do paciente. A doença de Parkinson não piora rapidamente. Em contraste com outras doenças, possui um curso vagaroso, regular e sem rápidas ou dramáticas mudanças.
É importante lembrar e compreender que atualmente não existe cura para a doença. Porém, ela pode e deve ser tratada, não apenas combatendo os sintomas, como também retardando o seu progresso. O tratamento consiste em medicamentos, cirurgias, fisioterapia, fonoterapia e a terapia ocupacional.
O médico neurologista é o profissional indicado e qualificado para diagnosticar e tratar da doença de Parkinson.

CTC CENTRO DE TRATAMENTO DA COLUNA VERTEBRAL

Acesse e saiba mais sobre dor na coluna:

http://dralexandrecruzeiro.webnode.com.br/calendario-de-eventos

Não é raro ouvirmos alguém se queixar de dores na coluna, principalmente as pessoas mais idosas. Especialistas afirmam que de 80 a 90% das pessoas têm ou terão dores nesta região, pelo menos uma vez ao longo de suas existências.

A hérnia de disco é um processo em que ocorre a ruptura do anel fibroso, com subsequente deslocamento da massa central do disco nos espaços intervertebrais. É considerada uma patologia extremamente comum, que causa séria inabilidade em seus portadores. Estima-se que 2 a 3 % da população sejam acometidos desse processo, cuja prevalência é de 4,8% em homens e 2,5% em mulheres, acima de 35 anos. São fatores de risco, causas ambientais, posturais, desequilíbrios musculares e possivelmente, a influência genética. A terapia conservadora tem sido a preferida como a primeira escolha de tratamento, cujos objetivos são o alívio da dor, o aumento da capacidade funcional e o retardamento da progressão da doença.

A hérnia de disco lombar é uma das patologias espinhais mais comuns, e uma das maiores causas de cirurgia da coluna. Como os sintomas da hérnia são provocados pela compressão da raiz nervosa pelo disco intervertebral, todos os tipos de cirurgia se baseiam na descompressão do nervo, através de diferentes técnicas. Grosseiramente, pode-se dividir as cirurgias de hérnia discal em abertas ou percutâneas. Nas abertas, é feito um corte na pele, e o fragmento de disco que está comprimindo o nervo é retirado sob visão direta, ou com auxílio de um microscópio ou vídeo-endoscópio.

Nas percutâneas não é feito corte, uma agulha é colocada no disco, e algum tipo de equipamento é utilizado por dentro da agulha para retirar ou destruir o material discal que está comprimindo o nervo. Os equipamentos para retirada discal de uso mais comum atualmente são ponteiras de rádio-freqüência ou trituradores mecanizados.

As técnicas abertas podem ser usadas em qualquer tipo de hérnia discal, enquanto as técnicas percutâneas são reservadas para o tratamento de hérnias discais contidas, que são aquelas em que o fragmento que comprime o nervo não está separado do disco.

Doenças mais frequentes da Coluna Vertebral: Hérnia de disco, protrusão discal, lombalgia, cervicalgia, dor ciática, lordose, escoliose, cifose, estenose, degeneração discal, espondilolistese, espondilólise, instabilidade vertebral, osteopenia e osteoporose.

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

DR. SERGIO CRUZEIRO

ATENDIMENTO COM HORA MARCADA

Tel.: (21) 3351-7455 ou (21) 3381-0719

A Ortopedia é a especialidade médica que cuida das doenças e deformidades dos ossos, músculos, ligamentos, articulações, enfim, relacionadas ao aparelho locomotor. A Traumatologia é a especialidade médica que lida com o trauma do aparelho músculo-esquelético.

  • OSTEOARTROSE DA COLUNA VERTEBRAL 
  • LOMBALGIAS 
  • CERVICALGIAS 
  • DORSALGIAS 
  • ARTROSE DO JOELHO E DO QUADRIL 
  • ARTRITES 
  • OSTEOPOROSE 
  • TENDINITES 
  • L.E.R. ( Lesão por Esforço Repetitivo ) 
  • DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL ( Cifose, Escoliose, Lordose ) 
  • SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO E DO TARSO 
  • LESÕES LIGAMENTARES 
  • BURSITES 
  • LESÕES MUSCULARES 
  • ARTRALGIAS ( Dor nas articulações ) 
  • FIBROMIALGIA 
  • LESÕES TRAUMÁTICAS DO APARELHO MÚSCULO-ESQUELÉTICO 
  • OSTEÍTE DEFORMANTE ( Doença de Paget ) 
  • ARTROPATIAS DEGENERATIVAS 
  • DEFORMIDADES DOS JOELHOS E DOS PÉS ( Genu Valgo, Genu Varum, Pé Cavum ) 
  • LESÕES DO JOELHO ( Lesões do Menisco ) 

Website: http://sites.google.com/site/drsergiocruzeiro/  

NEUROPSIQUIATRIA

Consultar o médico especialista em bem estar mental é normal.

Às vezes é preciso apoio profissional para melhorar a sua qualidade de vida.

A Psiquiatria é uma especialidade da Medicina que lida com a prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, sejam elas de cunho orgânico ou funcional, com manifestações psicológicas severas.

A meta principal é o alívio do sofrimento e o bem-estar psíquico, influenciando em sua qualidade de vida cognitiva e emocional. Para isso, é necessária uma avaliação completa do paciente.

A avaliação psiquiátrica envolve o exame do estado mental e a história clínica.

GERIATRIA | NEUROGERIATRIA

A Geriatria é uma especialidade médica que lida com o envelhecimento.

Abrange desde a promoção de um envelhecer saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso. O processo de envelhecimento impacta no comportamento orgânico, demandando abordagens diferenciadas. A capacidade funcional ao longo da vida vai reduzindo na terceira idade. É importante manter independência e prevenir a incapacidade, reabilitar e garantir qualidade de vida. O processo natural do envelhecimento associado às doenças crônicas é o responsável pela limitação do idoso. Nesta fase da vida é importante buscar a prevenção, pois nem sempre o indivíduo irá manifestar sintomas de doença.

A Medicina Geriátrica é uma ciência que avança a cada dia, propiciando longevidade com melhor qualidade de vida para a população idosa.

 

NEUROLOGIA PEDIÁTRICA

A Neuropediatria (também denominada Neurologia Pediátrica ou Neurologia Infantil) constitui uma especialidade dedicada às doenças ou disfunções do sistema nervoso e do sistema muscular que se manifestam na criança ou no adolescente.

O Neuropediatra tem como função essencial o diagnóstico, prognóstico, orientação terapêutica e aconselhamento dos problemas neurológicos que afetam a criança ou o adolescente, mas a sua atividade clínica exige frequentemente um contato estreito com outros especialistas não só da pediatria ou da neurologia mas ainda da genética, bioquímica, neurorradiologia, neurofisiologia, neuropatologia, neurocirurgia, psiquiatria infantil e reabilitação.

Área de atuação:
Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade
Epilepsia (convulsão)
Cefaléia na infância (dor de cabeça)

 AVALIE SUA MEMÓRIA

Você se esquece de...

Encontros marcados?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Pagar suas prestações na data certa?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Onde deixa suas coisas?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Dar recados?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Tarefas assumidas há muito tempo?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Apagar a chama do fogão?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Aniversários de parentes?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Nomes de pessoas conhecidas ou de famosos?

raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Nomes de ruas?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Fatos recentes, como o que comeu no café da manhã, por exemplo?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Onde guardou os óculos ou a carteira?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre


Durante uma conversa, você...

Chega a um lugar e não saber o que deve fazer?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Vai ao supermercado e não sabe o que comprar?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Repete uma história ou uma piada?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Tem uma palavra na "ponta da língua", mas não é capaz de lembrar-se dela?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Esquece o que está falando durante uma conversa?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Esquece detalhes importantes, tornando a narrativa confusa?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre


Tem dificuldade para...

Aprender coisas novas, como regras de um jogo ou instruções de uso de novos aparelhos eletrônicos?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Encontrar o caminho para ir a lugares conhecidos?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Mudar caminhos habituais quando há trânsito ou desvios?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Retomar o que estava fazendo antes de ser interrompido?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Planejar os afazeres do dia, deixando tempo suficiente para tudo?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre

Entender os manuais de eletrodomésticos?
raramente
às vezes
freqüentemente
sempre


Contagem

RARAMENTE
ÀS VEZES
FREQÜENTEMENTE
SEMPRE


Avaliação

Se você assinalou:

Raramente para a maioria das respostas: tudo anda bem. Esquecer uma coisa ou outra em meio a tantas tarefas não é nada grave

Às vezes para até metade das respostas: as falhas de memória provavelmente são temporárias. Ainda não há motivo para se preocupar

Freqüentemente para a maioria das respostas: está na hora de começar a fazer exercícios para esquecer menos as coisas

Sempre em para pelo menos 18 respostas: é sinal de que é preciso buscar ajuda de especialistas


 


Teste extraído do livro "Deu branco", escrito pela
pesquisadora e fonoaudióloga Ana Alvarez e publicado pela Editora Record.

 

Artigos

ENXAQUECA

20/05/2011 21:30
A cefaléia é uma das queixas mais freqüentes da humanidade e um dos principais motivos de procura a consultas médicas. É a principal causa de falta ao trabalho no mundo e estima-se que 90% da população mundial apresente algum tipo de cefaléia ou dor de cabeça, o que causa um importante prejuízo...

ENXAQUECA PODE SE AGRAVAR COM O CONSUMO EXCESSIVO DE ANALGÉSICOS

04/12/2011 12:41
Se você tem enxaqueca, surpreenda-se: aquele "comprimidinho mágico" que traz alívio na hora das dores pode ser também um grande vilão. Pouca gente sabe, mas o abuso de analgésicos e de outros medicamentos específicos para as crises de dor pode agravar o problema, tornando os sintomas mais fortes,...

ENXAQUECA E CEFALEIA TENSIONAL: CONHEÇA SUAS DIFERENÇAS

09/01/2010 03:14
Enxaqueca e cefaléia tensional são dores de cabeça, cefaléias primárias que tem características diferentes, podem ser considerados dois polos de um mesmo espectro de manifestações. A enxaqueca é uma dor de cabeça que normalmente lateja, pulsa, a dor é forte ou moderada, de um lado da cabeça,...

ENXAQUECA E PARALISIA (DÉFICIT NEUROLÓGICO)

09/12/2010 22:06
A migrânea ou enxaqueca constitui-se numa das principais causas de cefaléias na população geral, causando anualmente grande perda social e econômica. Sua fisiopatogenia é alvo de estudo em todo o mundo, parecendo que muitos fatores possam estar envolvidos. Em 35% dos casos, as crises de...

TRATAMENTO DA ENXAQUECA DURANTE A GRAVIDEZ E A LACTAÇÃO

15/01/2011 02:19
A maioria das mulheres com enxaqueca ( aproximadamente 75% ) melhora das crises durante a gravidez, principalmente no segundo e no terceiro trimestres da gestação. Entretanto, nas pacientes que não melhoram ou até apresentam agravamento de suas crises, a opção pelo uso de medicamentos deve levar em...

DOR DE CABEÇA NA CRIANÇA

22/01/2011 20:50
Cerca de um terço das crianças com até 7 anos de idade sofre com episódios de cefaléia primária, das quais a forma mais comum é a migrânea. A incidência de cefaléia aumenta com a idade ocorrendo em 39% das crianças na idade de 7 anos, e 69% aos 14 anos. Antes da puberdade, a incidência de cefaléia...

CEFALEIA EM SALVAS

21/12/2010 03:35
Cefaleias em salvas são fortes dores de cabeça, extremamente dolorosas e de ocorrência rara, que ocorrem em grupos ou salvas. Entupimento nasal e/ou escorrimento, queda da palpebra e olho lacrimejando, geralmente só atinge um lado da cabeça na zona ocular ou temporal. É certamente o tipo de dor de...

CEFALEIA CRÔNICA DIÁRIA

09/12/2010 22:23
A Cefaléia Crônica Diária constitui 40% dos casos atendidos em consultório. É uma dor de difícil tratamento. Em 1963, Ostfeld, em seu trabalho, sugeriu que a migrânea e a cefaléia de contração muscular poderiam evoluir para Cefaléia Crônica Diária, mas, apenas em 1982, esta passou a ser...

DOR NEUROPÁTICA

30/01/2010 01:10
A dor neuropática é causada por uma alteração localizada em qualquer ponto de uma via nervosa. Uma anormalidade altera os sinais nervosos, que são então anormalmente interpretados no cérebro. A dor neuropática pode causar dor profunda ou sensação de queimação, e outras sensações, como...

HÉRNIA DE DISCO

07/07/2012 00:32
O que é Hérnia de Disco? A hérnia de disco ocorre quando o anel fibroso do disco intervertebral se rompe permitindo a saída do núcleo gelatinoso. Este irá comprimir os nervos que se situam ao lado do disco intervertebral, provocando dores muito intensas. O disco intervertebral tem por finalidade...

NEURALGIA DO TRIGÊMEO - DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

08/08/2012 02:15
CONCEITO: A neuralgia do trigêmeo é uma dor neuropática facial e é descrita e definida como episódios recorrentes de dor na distribuição de um ou mais ramos do nervo trigêmeo. Também denominada de “tic douloureux”, a dor é súbita, aguda, de breve duração, paroxística, de forte intensidade,...

NEURALGIA PÓS-HERPÉTICA

13/12/2011 20:16
Neuralgia pós-herpética é uma condição dolorosa que afeta as fibras nervosas e sua pele. A dor em queimação associada a neuralgia pós-herpética pode ser severa o suficiente para interferir com o sono e o apetite. Neuralgia pós-herpética é causada pelo vírus varicela. Maioria dos casos de herpes...

POLINEUROPATIA DIABÉTICA

24/07/2010 11:20
Entre as Neuropatias Diabéticas, a Polineuropatia Diabética é a complicação de maior prevalência secundária ao Diabetes Mellitus e a principal determinante do "Pé Diabético". O conceito moderno da Polineuropatia Diabética implica que nem sempre é uma complicação de aparecimento tardio, razão pela...

SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO

23/12/2010 02:14
Túnel do carpo é um canal formado por pequenos ossos situados no punho, que lhe servem de base, e um ligamento transverso, que compõe o teto do túnel. Por esse canal, passam o nervo mediano e nove tendões responsáveis pela flexão dos dedos. O nervo mediano que vem do antebraço e passa para a mão...

PARKINSON: Conheça melhor a doença

10/09/2010 21:41
A doença é caracterizada por rigidez muscular, tremor involuntário, diminuição da mobilidade, instabilidade postural, falta de movimentos faciais, e movimentos lentos. Os órgãos responsáveis pela fala são também afetados, havendo diminuição da sensibilidade na região oral e voz monótona. A ato de...

DOENÇA DE PARKINSON E TRANSTORNOS DO HUMOR

02/08/2013 22:36
Os transtornos do humor mais comuns encontrados na doença de Parkinson são depressão, apatia e ansiedade. Transtornos depressivos significativos estão presentes de 10 a 80% dos pacientes com Doença de Parkinson. A depressão está associada à Doença de Parkinson em cerca de 50% dos casos. A...

EPILEPSIA SEM PRECONCEITOS

29/01/2010 20:39
Epilepsia é uma doença neurológica crônica, podendo ser progressiva em muitos casos, principalmente no que se relaciona a alterações cognitivas, freqüência e gravidade dos eventos críticos. É caracterizada por crises convulsivas recorrentes, afetando cerca de 1% da população mundial. Uma crise...

EPILEPSIA - CURA E TRATAMENTO

09/12/2010 23:53
Quando se fala em epilepsia, é impossível falar em dados ou probabilidades sem associá-los ao tipo de crise em questão. Algumas crises desaparecem com o tempo e a medicação pode ser suspensa; outros pacientes precisam de tratamento a vida inteira para controlar as crises, e outros não respondem bem...

EPILEPSIA NA INFÂNCIA: Aspectos Gerais do Diagnóstico e Tratamento

21/12/2010 03:08
No entendimento atual, o termo epilepsia refere-se a um distúrbio cerebral cortical, caracterizado pela despolarização espontânea, sincronizada e geralmente autolimitada de determinado grupo de neurônios, no caso das epilepsias parciais, ou de amplas áreas de ambos os hemisférios cerebrais, no caso...

EPILEPSIA - FALSAS CRISES

09/12/2010 23:46
Tanto pessoas que têm quanto pessoas que não têm epilepsia podem sofrer ataques desencadeados por um desejo consciente ou inconsciente de mais atenção e cuidados. Sob stress, uma respiração rápida ocasiona a produção de dióxido de carbono e muda a química corporal, podendo causar sintomas...

EPILEPSIA E GRAVIDEZ

21/09/2010 01:49
As mulheres com epilepsia apresentam maiores riscos de complicações em gravidez, trabalho de parto e complicações para o concepto do que a população em geral. Todavia, mais de 90% delas têm filhos saudáveis. Todos os métodos anticoncepcionais podem ser utilizados por mulheres com epilepsia,...

CRISE CONVULSIVA FEBRIL

02/08/2013 22:48
O que são crises convulsivas febris? Crises convulsivas febris são as que ocorrem em crianças de 6 meses a 6 anos de idade unicamente na vigência de febre, geralmente ocasionada por processo viral. As convulsões febris são geralmente crises de início generalizado, com manifestações tônicas e...

ALZHEIMER, VELHO MAL NO NOVO MILÊNIO

20/05/2011 20:48
Como a população sexagenária aumenta em todo o mundo, a perspectiva para o Brasil é que venha a ser o sexto país com maior número de idosos em 2025. A explosão da terceira idade, como não é difícil se concluir, favorece o aumento de doenças freqüentes da população nesta faixa etária, dentre elas o...

SAIBA MAIS SOBRE O MAL DE ALZHEIMER

29/01/2010 20:06
A população de mulheres e homens com mais de 65 anos é a que mais cresce no Brasil e em outros países. Com o aumento da longevidade, é cada vez mais comum o aparecimento de quadros neuropsiquiátricos caracterizados pelas seguintes manifestações: · Falta de memória para acontecimentos recentes; ·...

DOENÇA DE ALZHEIMER: QUADRO CLÍNICO

23/02/2011 11:22
COGNIÇÃO O comprometimento cognitivo ocorre principalmente em memória, da linguagem, das gnosias, das praxias e de funções executivas, que podem ser evidenciados através de testes objetivos neuropsicológicos, que além de servirem para diagnóstico, são úteis na evolução da Doença de Alzheimer...

AVANÇOS NO DIAGNÓSTICO PRECOCE DA DOENÇA DE ALZHEIMER

24/07/2010 10:43
Comprometimento cognitivo deve ser necessariamente investigado nas fases iniciais de aparecimento deste sintoma. Dificuldades para memorizar novas informações e para realizar tarefas de pequena a média complexidade exigem um diagnóstico diferencial: seja para determinar a presença de outro...

FATORES DE RISCO DE ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO

22/12/2009 06:31
Os Acidentes Vasculares Encefálicos (AVEs), além de sua elevada frequência, são responsáveis por alta mortalidade e morbidade, condicionando em muitos dos sobreviventes, sequelas incapacitantes pelo resto da vida. Por isso a PREVENÇÃO é um objetivo de Saúde Pública de máxima importância, o que...

ISQUEMIA CEREBRAL TRANSITÓRIA

09/12/2010 21:40
A isquemia cerebral transitória é um déficit neurológico causado pela diminuição de suprimento sanguíneo para a área do cérebro. Pode acontecer dentro de um período de 24 horas, mas as isquemias típicas freqüentemente ocorrem em menos de 30 minutos. O derrame cerebral ou o aumento da isquemia é uma...

ANEURISMA CEREBRAL

10/12/2010 00:34
É um distúrbio que envolve a dilatação de um ou mais vasos sangüíneos no cérebro. Os aneurismas cerebrais ocorrem quando há uma área enfraquecida na parede do vaso sangüíneo. Pode ocorrer como um defeito congênito ou pode se desenvolver mais tarde, em qualquer período da vida. Um aneurisma sacular...

MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS

10/09/2010 23:20
As malformações arteriovenosas (MAVs) são um grupo heterogêneo de anomalias vasculares do cérebro ligadas ao desenvolvimento. Diversas teorias tentam explicar a sua gênese, quase todas atribuindo uma natureza congênita à lesão. Acredita-se que desvios do desenvolvimento normal do sistema vascular...

MALFORMAÇÕES ARTERIOVENOSAS CEREBRAIS

09/09/2013 14:02
As Malformações Arteriovenosas Cerebrais (MAV) são comunicações anormais entre artérias e veias sem a interposição da rede capilar, sob alta pressão e de grande fluxo. Aparece como um emaranhado de vasos sanguíneos anormais e dilatados, podendo ocorrer em qualquer parte do cérebro. Ao invés dos...

NEUROENDOSCOPIA

02/10/2013 15:36
A Neuroendoscopia é um procedimento minimamente invasivo aplicado na Neurocirurgia. Um endoscópio cirúrgico é um instrumento óptico para a visualização de estruturas no interior de uma cavidade. Os instrumentos cirúrgicos são adaptados e passam por dentro do endoscópio ou por pequenas aberturas....

HIDROCEFALIA: Neuroendoscopia

23/12/2010 02:22
No interior do cérebro, existem espaços chamados de ventrículos - cavidades naturais que se comunicam entre si e são preenchidas pelo líquido cefalorraquidiano ou simplesmente liquor. O termo hidrocefalia refere-se a uma condição na qual a quantidade de liquor aumenta dentro da cabeça. Este aumento...

HIDROCEFALIA DE PRESSÃO NORMAL

30/09/2013 13:37
A Hidrocefalia de Pressão Normal foi descrita pela primeira vez por Hakim e Adams como uma síndrome clínica caracterizada pela clássica tríade: demência, distúrbio de marcha e incontinência urinária, combinada com um aumento dos ventrículos, mas sem sinais ou sintomas de hipertensão...

HIPERTENSÃO INTRACRANIANA IDIOPÁTICA

09/12/2010 22:48
A hipertensão intracraniana idiopática (também denominada pseudotumor cerebral) é um distúrbio no qual a pressão em torno do cérebro aumenta sem que haja qualquer evidência de tumor, infecção, interrupção da drenagem do líquido que envolve o cérebro ou outra causa. É um transtorno neurológico...

INSÔNIA

11/12/2010 14:17
Provavelmente não existe ninguém não tenha sofrido alguma vez de insônia. E todos conhecem as conseqüências: cansaço, diminuição de reflexos, falhas de concentração e memória, irritabilidade, perda de energia, envelhecimento precoce. A insônia pode ser dividida em: Inicial (dificuldade para...

HIGIENE DO SONO...DICAS PARA MELHORAR SUA NOITE DE SONO

04/12/2011 12:34
Nada como uma noite bem dormida para recuperar as forças e o ânimo. Todos nós necessitamos diariamente de um sono reparador, e para isso é preciso manter um padrão vigília-sono adequado. Caso contrário, uma noite mal dormida, pode causar: fadiga, cansaço, tensão, diminuição do rendimento...

PARALISIA FACIAL

08/09/2010 18:07
A Paralisia Facial é um distúrbio (paresia) ou uma paralisia total de todos, ou alguns, músculos da expressão facial. A paralisia Facial pode ser classificada como: * Central e Periférica No primeiro caso há lesões ou doenças no cérebro, mais exatamente no encéfalo (sistema nervoso central), que...

TREMOR ESSENCIAL

15/01/2011 03:15
O tremor essencial é um transtorno comum em adultos. Estudos estimam a prevalência variando entre 0,4% a 5% da população, aumentando com a idade. É importante que o leitor entenda que o tremor essencial é uma moléstia diferente da doença de Parkinson. O tremor afeta os membros superiores (95%), a...

T.D.A.H. - TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

08/09/2010 18:23
O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Ele é o transtorno mais...

FIBROMIALGIA

23/02/2012 18:21
O termo fibromialgia refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como a dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono. No passado, pessoas que apresentavam dor generalizada e uma série de queixas mal...

ADENOMA DE HIPÓFISE

09/12/2010 21:30
Adenomas são tumores benignos que podem aparecer em qualquer glândula. A hipófise, glândula situada no cérebro, que comanda a função de todas as outras glândulas endócrinas através da secreção de hormônios específicos para cada uma delas, como por exemplo, ACTH para as supra-renais, TSH para a...

TUMOR DE HIPÓFISE: Microcirurgia Transesfenoidal X Radioterapia

23/12/2010 02:56
Nos pacientes com adenomas secretores de prolactina (prolactinomas), o tratamento é inicialmente clínico, com boa resposta em mais de 80% dos casos. Os medicamentos utilizados são a bromocriptina, o lisuride e a cabergolina, em doses progressivas até a obtenção da normalização da prolactina e...

TUMOR CEREBRAL

09/12/2010 23:59
Um tumor cerebral é uma massa de células que crescem de forma anormal no cérebro. O tumor pode ser benigno (não canceroso, que tem pouca chance de esparramar) ou maligno (canceroso, que provavelmente vai se esparramar). Tanto benigno como maligno, os tumores cerebrais são graves porque é um tumor...

APNÉIA DO SONO

08/09/2010 18:35
É uma doença (síndrome) crônica, evolutiva, com alta taxa de morbidade e mortalidade, apresentando um conjunto sintomático múltiplo que vai desde o ronco até a sonolência excessiva diurna, com repercussões gerais hemodinâmicas, neurológicas e comportamentais. O fator determinante da Síndrome...

NEUROCISTICERCOSE

15/01/2011 02:54
A cisticercose é a parasitose mais comum do sistema nervoso central e representa um grande problema de saúde pública na América Latina, China, Índia, África e sudeste da Ásia. A neurocisticercose ocorre quando a larva da tênia do porco (Taenia solium) infecta o sistema nervoso. As tênias são vermes...

ESCLEROSE MÚLTIPLA

29/01/2010 20:16
Quando se fala em doenças neurodegenerativas, a maioria das pessoas logo pensa em idosos com limitações físicas e principalmente cognitivas, que os impedem de levar uma vida autônoma, como no Alzheimer ou no Parkinson, por exemplo. Embora a esclerose múltipla pertença à categoria de distúrbios que...

ELA - ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA

21/12/2010 02:53
A esclerose lateral amiotrófica (ELA), também designada por doença de Lou Gehrig e doença de Charcot, é uma doença neurodegenerativa progressiva e fatal, caracterizada pela degeneração dos neurônios motores, as células do sistema nervoso central que controlam os movimentos voluntários dos músculos,...

MIASTENIA GRAVIS

04/05/2011 12:25
Miastenia gravis (MG) é uma doença autoimune da porção pós-sináptica da junção neuromuscular, caracterizada  por  fraqueza  futuante  que  melhora  com  o  repouso  e  piora  com    exercício,  infecções, menstruação,...

MENINGITES VIRAIS

13/12/2011 19:52
As Meningites Virais são também chamadas assépticas ou serosas. O sistema nervoso central pode ser infectado por um variado conjunto de vírus, mas, independente do agente viral, o quadro clínico caracteriza-se por aparição súbita de cefaleia, fotofobia, rigidez de nuca, nauseas, vomitos e febre. Ao...

SÍNDROME DE GUILLAIN-BARRÉ

23/12/2010 02:03
A síndrome de Guillain-Barré ou polirradiculoneurite aguda é caracterizada por uma inflamação aguda com perda da mielina (membrana de lipídeos e proteína que envolve os nervos e facilita a transmissão do estímulo nervoso) dos nervos periféricos e às vezes de raízes nervosas proximais e de nervos...

SÍNDROME DE TOURETTE

23/12/2010 04:03
A síndrome de Tourette (ST) é uma patologia caracterizada pelo comprometimento psicológico e social dos acometidos, causando impacto na vida dos portadores e familiares. Ela é geralmente associada ainda a uma variedade de problemas comportamentais e emocionais. Estudos mostram que a prevalência de...

TRANSTORNO BIPOLAR

10/09/2010 22:16
O transtorno afetivo bipolar era denominado até bem pouco tempo de psicose maníaco-depressiva. Esse nome foi abandonado principalmente porque este transtorno não apresenta necessariamente sintomas psicóticos, na verdade, na maioria das vezes esses sintomas não aparecem. Os transtornos afetivos não...

AUTISMO

10/09/2010 22:10
É uma alteração cerebral que afeta a capacidade da pessoa se comunicar, estabelecer relacionamentos e responder apropriadamente ao ambiente. Algumas crianças apesar de autistas apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam também retardo mental, mutismo ou importantes retardos no...

DISTÚRBIOS DO COMPORTAMENTO NA INFÂNCIA

08/01/2011 22:55
A diferenciação entre um comportamento normal e patológico nem sempre é clara; Não existe um critério uniforme e inequívoco do que seja um comportamento normal. As pessoas são diferentes uma das outras, crescem em ambientes com variadas culturas e crenças, vivenciam as situações da vida com as suas...

NEUROCIRURGIA FUNCIONAL

23/12/2010 03:51
A especialidade da neurocirurgia funcional é restabelecer a função neurológica do paciente por meio de tratamento cirúrgico. As patologias tratadas pela equipe de neurocirurgia funcional são: Dor: Às vezes, a dor crônica atinge níveis tão absurdos que pacientes e médico optam por um bloqueio...

SÍNDROME DO DESFILADEIRO CÉRVICO-TORÁCICO

10/09/2010 23:08
A Síndrome do Desfiladeiro Cervical ou Cérvico-Torácico é um quadro de desconforto gradual, podendo chegar à dor importante na região inferior do pescoço (cervical e dorsal alta) e também no membro superior. A causa é a compressão do feixe vascular (artéria e veia) e nervoso, que vai para...

Novidades

Neurorradiologia Intervencionista

15/01/2011 10:04
 A Neurorradiologia Intervencionista é a subespecialidade da medicina que se utiliza das tecnologias percutânea e de cateteres, aliadas a técnicas radiológicas e conhecimento neurológico e neurocirúrgico para o tratamento de patologias de cabeça, pescoço, coluna e sistema nervoso central...

Fingolimode - Tratamento Oral para Esclerose Múltipla

21/09/2010 02:31
A Esclerose Múltipla é a doença inflamatória desmielinizante do Sistema Nervoso Central mais comum. Há uma grande necessidade ainda não satisfeita de novas terapias que modifiquem a doença com mais conveniência, segurança e eficácia. O Fingolimode oral (FTY720) encontra-se sob investigação clínica...

Mal de Alzheimer: Novas perpectivas

09/01/2010 02:25
Novas drogas estão saindo dos laboratórios de ciência básica e  sendo investigadas em vários ensaios com seres humanos. Uma das linhas de pesquisa mais promissora e interessante baseia-se na “Hipótese Amilóide”. A hipótese é que a doença de Alzheimer inicia-se com a acumulação das placas...

SEM CORTES

05/01/2010 18:51
A mais avançada técnica para extração de pequenos tumores no cérebro       Como um míssil teleguiado, o aparelho, de 23 toneladas, bombardeia o tumor ou a lesão cerebral com feixes...

A Nova Ciência do Sono

05/01/2010 17:47
A medicina descobriu que dormir bem não apenas descansa, mas faz pensar melhor e até emagrece. Durante séculos, o sono foi considerado uma espécie de tempo morto. Serviria apenas para repor as energias gastas durante o dia. Essa concepção começou a ser desmontada na primeira metade do século XX,...

Para conter a tempestade cerebral

05/01/2010 17:30
O cérebro humano é composto de 100 bilhões de células nervosas, os neurônios. Por meio de sinais elétricos, cada uma se liga a milhares de outras em mais de 100 trilhões de conexões. São essas conexões que comandam o funcionamento do organismo – dos movimentos às emoções, da memória às sensações. O...